• Vinícius Braga

88% dos futuros médicos não sabem interpretar uma mamografia


O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) divulgou na última quinta-feira (22) os resultados de seu exame anual aplicado aos recém-formados do estado de São Paulo. A partir do desempenho dos alunos, o Cremesp elaborou uma lista com as melhores instituições do estado.

Do total dos 2.636 egressos que fizeram a prova, 35,4% não alcançaram a nota mínima exigida – acerto de 60% das 120 questões de múltipla escolha que compõem o exame.

Segundo o Cremesp, muitos dos recém-formados demonstraram não saber interpretar exames para diagnosticar e administrar a conduta adequada a casos médicos básicos e problemas de saúde frequentes. O Conselho divulgou exemplos de questões com altos índices de erro:

  • 88% não souberam interpretar o resultado de um exame de mamografia e erraram a conduta terapêutica de uma paciente;

  • 78% erraram o diagnóstico laboratorial de diabetes mellitus;

  • 75% não conseguiram identificar conduta para paciente com hemorragia digestiva alta;

  • 74% não souberam responder a pergunta sobre metabolismo dos carboidratos;

  • 70% não acertaram a nutrição apropriada após quadro agudo de pancreatite;

  • 60% demonstraram pouco conhecimento sobre doenças parasitárias (chagas, leishmaniose, esquistossomose), formas de veiculação e contaminação;

  • 57% erraram a avaliação para paciente com alteração da válvula aórtica sintomática;

  • 54% não conseguiram avaliar o comportamento da frequência cardíaca e da pressão arterial durante a gravidez;

  • 50% não souberam respeitar a autonomia do paciente;

  • 40% não souberam fazer a suspeita de uma apendicite aguda.

FONTE: GUIA DO ESTUDANTE


0 visualização