• Vinícius Braga

Veja porque a crise da água é candidata a virar Tema da Redação ENEM


A crise tem implicações para o Aspecto Ambiental, para o Drama Humano, para o Conflito Político, para o Cenário Econômico, e para problemas crônicos do País como Obras Inacabadas. Estas dimensões da crise da água no Brasil caem como uma luva para virar tema da Redação Enem.

Além destes fatores o país testemunhou a tragédia ambiental (e humana) na cidade de Mariana (MG) com o rompimento da barragem da mineradora Samarco, que arrasou o ecossistema do Rio Doce. As cidades com captação de água ao longo do Rio Doce abaixo do acidente ficaram com a crise da água ainda mais agravada.

Veja a seguir 5 aspectos da Crise da Água que poderiam cair como Tema da Redação Enem:

1 – Aspecto Ambiental – A falta de chuvas é atribuída por diversos cientistas a problemas decorrentes do desmatamento no País, em especial na Amazônia. Mas, há cientistas que destacam que a falta de chuvas pode ser consequência de um regime histórico de chuvas, sem vínculo ao desmatamento. Dá uma boa polêmica!

2 – Drama Humano – Em muitas regiões do País a seca prolongada já secou açudes, lagoas, rios. Provoca a morte de animais, exige sacrifício das pessoas que vivem nestas áreas, e já cria cenas de migração interna, de pessoas fugindo da seca. Cena de retirantes, como há muito não se via.

3 – Cenário Econômico – Com a falta de chuvas caíram os estoques de água nos reservatórios utilizados para gerar energia elétrica. Para completar o atendimento ao mercado o Governo Federal orientou para aumentar a produção de energia pelas usinas termelétricas, movidas a gás ou a óleo diesel. O preço das contas de luz explodiu, e já afeta a economia doméstica e o custo das empresas. É uma bomba na economia e um flagelo social. Tudo a ver para um Tema de Redação Enem;

4 – Conflito Político na Crise da Água – As principais Regiões Metropolitanas do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, e Belo Horizonte) enfrentam ou enfrentaram sério risco de racionamento e desabastecimento. A culpa seria ‘das chuvas que não vieram’, ou da falta de previsão dos políticos para reeducar a população e fazer novas obras de captação de água?

5 – Promessas que nunca se realizam – Outra dimensão política presente na crise da água no Brasil aparece em obras prometidas há mais de um século e que nunca ficam prontas, como a Transposição das Águas do Rio São Francisco. O Sertão do Nordeste está ainda na espera da água prometida.

FONTE: BLOG DO ENEM


0 visualização